A Verdade das verdades
(Barbosinha)

Na Planície Racional
Foi ali o nosso começo
Pra nossa deformação
Quando entramos
Passeando
Se tivesse obedecido
Ao chamado de atenção
Esse mundo tão sofrido
Não teria existido
Pra nossa lapidação

Mas agora está na hora
De voltar ao nosso mundo
Verdadeiro natural
Não demore
Por favor

Aproveite essa chance
Não tem outra não senhor
Vai que você morra
Sem a imunização
Transforma e desce de classe

Vai até a extinção
Se ligando nessa degeneração
Vai correr a hierarquia
De todo bicho do chão

Vem comigo meu amigo
Se procuras a verdade
E ela está em suas mãos

Leia o Livro de Cultura Racional
É a verdade das verdades
Para a paz universal
Leia o Livro de Cultura Racional
Universo em Desencanto
E volte para o Mundo Racional