Paizinho Manoel
(Raul Quaresma)

Meu pai querido
Meu pai Manoel
Meu velho amigo
Irmão meu camarada
O teu sorriso alegre e franco
É tão divino e angelical

As tuas mãos tão macias
Tem traçadas as linhas
Que desvenda os mistérios
Da nossa origem verdadeira Racional

Quando nasceu
Uma estrela caiu
Anunciando o Salvador
Ele vei trazer a Cultura Racional
Para salvar os seus filhos irmãos

Meu pai querido
Meu pai Manoel
Meu velho amigo
Irmão meu camarada
O teu semblante com de bronze
Reflete a paz celestial

O teu olhar é um brilhante
Ilumina o caminho
De volta a nossa origem
O nosso mundo verdadeiro Racional